Expedição ao Parque Nacional Serra do Gandarela

evento 21/09/2018

Data: 21 a 23 de Setembro de 2018
Coordenação: Helberth Peixoto

- Bioma predominante: Mata Atlântica, Cerrado e campos rupestres.
- Distância de Belo Horizonte, 70 Km.

A Serra do Gandarela é a última grande extensão de área natural preservada próximo à capital mineira, na região conhecida como Quadrilátero Ferrífero. A Serra é um divisor das bacias hidrográficas dos Rios Doce e  São Francisco e possui mananciais de águas cristalinas, que são de grande importância para o abastecimento da região metropolitana de Belo Horizonte. O recém-criado Parque Nacional da Serra do Gandarela possui 31.270 hectares, abrangendo oito municípios. Além de diversos córregos e cachoeiras balneáveis, a Serra do Gandarela possui lindas paisagens, diversas trilhas, lagoas naturais, além de sítios históricos e paleontológicos.

A região guarda significativas extensões de Floresta Atlântica, Cerrado e Campos Rupestres muito bem preservados, o que propicia a ocorrência de uma rica biodiversidade. Devido a esta variedade de ambientes, encontra-se uma grande diversidade de aves. Já foram registradas pouco mais de 300 espécies! É possível observar em áreas bastante próximas, espécies típicas da Mata Atlântica, do Cerrado e dos topos de montanha do leste do Brasil, incluindo várias espécies raras de serem encontradas no estado de Minas Gerais ou que se encontram ameaçadas de extinção. Entre algumas espécies interessantes que ocorrem na Serra do Gandarela estão: gavião-pombo (Pseudastur polionotus), trovoada-de-bertoni (Drymophila rubricollis), pinto-do-mato (Hylopezus nattereri), joão-botina-da-mata (Phacellodomus erythrophthalmus), fruxu (Neopelma chrysolophum), assanhadinho (Myiobius barbatus), pavó (Pyroderus scutatus), tropeiro-da-serra (Lipaugus lanioides), piolhinho-serrano (Phyllomyias griseocapilla), tesourinha-da-mata (Phibalura flavirostris), olho-falso (Hemitriccus diops), saíra-lagarta (Tangara desmaresti), corruíra-do-campo (Cistothorus platensis), capacetinho-do-oco-do-pau (Microspingus cinereus), rabo-mole-da-serra (Embernagra longicauda), beija-flor-de-gravata-verde (Augastes scutatus), papa-moscas-de-costas-cinzentas (Polystictus superciliaris) e caminheiro-de-barriga-acanelada (Anthus hellmayri).

Para maiores informações, entre em contato com a Ecoavis.

MENU RÁPIDO

Ecoavis Todos os direitos reservados à Ecoavis.
contato@ecoavis.org.br - Belo Horizonte - MG - Brasil